Droseras

Planta Carnívora Droseras:

Drosera

Drosera intermedia (Foto @kieds.photogrammer no Instagram).

Existem dezenas, talvez centenas de tipos de Droseras. São encontrados em todos os continentes. São plantas que crescem em forma de roseta e suas folhas possuem substância viscosa. O inseto atraído pelo néctar produzido nas folhas, pousa ou sobe na folha e fica grudado. A partir daí a planta produz mais mucilagem e seus tentáculos agarram cada vez mais o inseto. Dependendo da espécie (como a Drosera capensis mostrada nas fotos), enrola o inseto em sua folha. Enzimas digestivas são secretadas para que a planta possa absorver os nutrientes do corpo do inseto.

Forma de cultivo é semelhante a da Dionaea muscipula para a maioria das Droseras.

 

 

Como Cultivar Droseras:
Clima: Subtropical. Prefere temperaturas de 20ºC a 35ºC no verão (embora possa ser cultivada em regiões mais quentes sem problemas) e de 0 ºC a 15ºC no inverno.

Drosera

Drosera burmannii

Luz: Sol direto, por, no mínimo, 5 horas por dia, preferencialmente o sol da manhã. A planta necessita de exposição solar para se desenvolver e manter-se saudável. Quando exposta ao sol direto apresenta armadilhas de interior avermelhado, quando a meia luz apresenta armadilhas verdes.

Regas: Pode-se utilizar água da chuva ou água da torneira descansada por 48 horas. Evite água mineral. Mantenha um pratinho com água sobre o vaso o ano todo, completando-o sempre que o volume diminuir. O substrato (solo) jamais deve secar. Para evitar larvas de mosquitos, troque a água do pratinho a cada 3 dias. Se preferir, poderá molhar com o borrifador.

Vasos: Podem ser usados vasos plásticos de qualquer tamanho mas não é necessário vasos grandes.

 

Substrato: Sphagnum puro ou misturado com perlita expandida (2:1). Na ausência da perlita, pode usar areia de construção previamente lavada.

Drosera

Drosera burmannii Red

Alimentação: Capturam insetos menores que suas armadilhas. É importante para os iniciantes saber que elas não comem dedos de ninguém, nem carne, cada armadilha funciona de 3 a 5 vezes, depois disso morre ou não funciona mais, assim sendo, jamais alimente ou estimule o fechamento das armadilhas, pois isso causará um gasto de energia que, em pouco tempo, resultará na morte da planta. Deixe ela capturar insetos sozinha. Elas sabem muito bem como fazer =)

Fertilização/Adubação: Estas plantas jamais devem ser adubadas, fertilizadas ou mesmo plantadas em terra comum. Use sempre o substrato acima citado.

Propagação: Pode ser feita através de sementes, para isso é geralmente necessário que ocorra polinização. As sementes quando não são frescas precisam de estratificação a frio para que ocorra a germinação. Atravéz da divisão de rizoma e leaf-cutting pode-se obter clones. A ainda quem utilize a haste floral para cultura de novos clores, esta técnica já é muito comum.

 

 

Ficou com dúvidas? Entre em contato pelo Fale Conosco.

Caso queira comprar Plantas Carnívoras, acesse Onde comprar Plantas Carnívoras.