Plantas Carnívoras – Como cultivar e onde comprar

Seja bem vindo(a)! Neste site você poderá conhecer mais um pouco sobre essas plantas tão especiais. Navegue também pelas abas no canto superior (ou no menu a direita) para obter informações de como cultiva-las e onde comprar com segurança.

Planta Carnivora

Planta Carnívora Dionaea muscipula

Essa é a Dionaea muscipula, a planta carnívora a mais famosa de todas! Personagem presente em games como Super Marios Bross e filmes de terror mas não se preocupe. Ela é inofensiva (exceto para insetos) =) A Dionaea muscipula da foto, é do CARNÍVORA SHOPPING.

A captura de insetos funciona da seguinte forma: As armadilhas das Dionaeas tem formato de “boca” e dentro da armadilha, existem 3 “pêlos” em cada lado. Atraído pela pelo sutil odor de néctar, o inseto entra na armadilha e ao esbarrar 2 vezes nesses “pêlos”, a armadilha se fecha capturando o inseto (embora algumas vezes o inseto consegue escapar. Se tiver sucesso na captura, a armadilha vai se fechando cada vez mais até ficar completamente selada. Enzimas digestivas são produzidas e a planta se alimenta parcialmente do inseto. Após alguns dias, a armadilha se abre deixando a carcaça do inseto. O vento ou a chuva se encarrega de retirar a carcaça. Não recomendo retirar manualmente pois isso pode ocasinar o fechamento da armadilha gastando energia (sem necessidade).

Abaixo vamos, como sempre, informar como é seu cultivo e suas necessidades de forma objetiva conforme nossa experiência e prática de cultivo já consagrada para essas plantas. Testadas por muitos cultivadores.

Como Cultivar Plantas Carnívoras:

Clima: Subtropical. Prefere temperaturas de 20ºC a 35ºC no verão (embora possa ser cultivada em regiões mais quentes sem problemas) e de 0 ºC a 15ºC no inverno.

Luz: Sol direto, por, no mínimo, 5 horas por dia, preferencialmente o sol da manhã. A planta necessita de exposição solar para se desenvolver e manter-se saudável. Quando exposta ao sol direto apresenta armadilhas de interior avermelhado, quando a meia luz apresenta armadilhas verdes.

Regas: Pode-se utilizar água da chuva ou água da torneira descansada por 48 horas. Evite água mineral. Mantenha um pratinho com água embaixo o vaso o ano todo, completando-o sempre que o volume diminuir. O substrato (solo) jamais deve secar. Para evitar larvas de mosquitos, troque a água do pratinho a cada 3 dias. Se preferir, poderá molhar com o borrifador.

Vasos: Podem ser usados vasos plásticos de qualquer tamanho mas não é necessário vasos grandes.

Substrato: Sphagnum puro ou misturado com perlita expandida (2:1). Na ausência da perlita, pode usar areia de construção previamente lavada.

Planta Carnivora

Planta Carnívora Dionaea muscipula

Alimentação: Capturam insetos menores que suas armadilhas. É importante para os iniciantes saber que elas não comem dedos de ninguém, nem carne, cada armadilha funciona de 3 a 5 vezes, depois disso morre ou não funciona mais, assim sendo, jamais alimente ou estimule o fechamento das armadilhas, pois isso causará um gasto de energia que, em pouco tempo, resultará na morte da planta. Deixe ela capturar insetos sozinha. Elas sabem muito bem como fazer =)

Fertilização/Adubação: Estas plantas jamais devem ser adubadas, fertilizadas ou mesmo plantadas em terra comum. Use sempre o substrato acima citado.

Propagação: Pode ser feita através de sementes, para isso é geralmente necessário que ocorra polinização. As sementes quando não são frescas precisam de estratificação a frio para que ocorra a germinação. Atravéz da divisão de rizoma e leaf-cutting pode-se obter clones. A ainda quem utilize a haste floral para cultura de novos clores, esta técnica já é muito comum.

 

 

Plantas Carnivoras

Planta Carnívora Drosera capensis

Droseras: Existem muitos tipos de Droseras espalhadas pelo mundo e são muito bonitas.

Como capturam insetos? São plantas que funcionam como “papel-pega-mosca”. Suas folhas tem “tentáculos” que secretam uma substância viscosa, usada para capturar pequenos insetos. Moscas, formigas e mosquitos são normalmente os mais capturados mas qualquer inseto de pequeno porte, pode ser capturado pelas Droseras. Algumas espécies de Droseras, enrolam suas folhas no inseto, impedindo assim que o mesmo consiga fugir. A forma de cultivo é semelhante a Dionaea muscipula. Gostam de sol e substrato bem úmido. Um boa dica para facilitar a captura de insetos, é deixar sempre uma futa próximo a planta. Isso atrai mosquinhas das frutas (Drosophilidae) que são facilmente capturados pelas Droseras. É incrível como a planta fica mais forte e bonita usando essa dica. A planta da foto é uma Drosera capensis e enrola insetos em suas folhas. Existem algumas variações de Drosera capensis, como por exemplo a Drosera capensis alba (cor verde com tentáculos transparentes) e Drosera capensis red, que são avermelhadas.

 

 

Planta Carnivora

Planta Carnívora Nepenthes

Nepenthes: Essa é uma planta muito especial. Possui no final das suas folhas , “jarros” que seria o “estômago” da planta. Há uma quantidade enorme de variedades de Nepenthes e muitos híbridos (cruzamento entre espécies diferentes). Esses jarrinhos, chamados de ascídio, tem uma tampa na parte superior que impede que a água da chuva caia em seu interior, dessa forma protegendo seu líquido digestório evitando que se perca pelo excesso de água. Embaixo dessa tampinha, há glândulas que secretam néctar. Atraído pelo néctar, o inseto pousa ou caminha pelo jarrinho até a borda, onde normalmente escorrega e cai no seu interior morrendo afogado. Bactérias e enzimas digestivas absorvem os nutrientes dos insetos. São plantas que gostam de muita claridade e sol moderado. Existem Nepenthes que são de highlander (plantas de altitude) e highlander (baixa altitude) além das intermediárias.

A Nepenthes da foto, é uma Nepenthes maxima, do CARNÍVORA SHOPPING. São de cultivo muito fácil e tem armadilhas rajadas de vermelho, muito bonitas e grandes podendo passar de 15 cm.

Qualquer dúvida, entre em contato pelo Fale Conosco.